quinta-feira, 17 de setembro de 2009

AMAZÔNIA – parte 4

Primeiro dia em Manaus, 17/09/09

2:22 hora local - 3:22 no Rio de Janeiro

Para chegar ao aeroporto do Galeão no Rio, saindo de Niterói, pegamos um engarrafamento infernal por conta de congestionamento na Av. Brasil. Quase perco o vôo! Já no aeroporto, minha mala excedeu em 12 Kg o peso recomendado de 23 kg. Paguei 135 reais de excesso de bagagem. A mulher do guichê perguntou: “por que todos vocês estão com excesso de bagagem”? A resposta foi muito simples: passar um ano longe de casa e colocar tudo o que será preciso em uma única mala não é nada fácil! A espada de oficial também foi despachada. Despedimo-nos de nossas famílias e embarcamos. Minha bagagem de mão foi considerada suspeita. Chamaram um rapaz que colocou um par de luvas e começou a revistar minha pasta em busca de “algo parecido com uma gaita” que foi visto no “raio X”. Tudo da pasta retirado, nada foi encontrado. “Deve ter sido sobreposição de imagem”. Vai entender.

Vôo tranqüilo, apesar do pouco espaço à bordo. De lanche, um copo de refrigerante, um mini bolinho e um mini saquinho de biscoitos salgados. Muito escasso! Uma das aeromoças, belíssima, não deixou ninguém a fotografar dizendo que poderia ser demitida. Exatas 4 horas de vôo até Manaus. Uma hora à menos no fuso horário aqui. Temperatura em plena madrugada em torno de 27 graus. Fomos muito bem recebidos por um Major muito simpático. Fomos trazidos de ônibus do exército para o Quartel onde ficaremos alojados temporariamente. No caminho foi-nos mostrado a margem do rio Negro, que possui uma calçada nos mesmos padrões das calçadas de Copacabana, “como se praia fosse”. Mas não foi possível ver o rio, só o calçadão. No alojamento do exército, beliches, ar condicionado e televisão. Já fomos avisados que as regiões estão precisando urgentemente da chegada dos médicos. Ficaremos o menor tempo possível em Manaus, apenas o necessário para vacinas e documentações, e iremos para Tefé em avião da FAB o mais breve possível.

(Postando de uma sorveteria com internet, com pouco tempo e pouca bateria...)

2 comentários:

Pim disse...

Se tivesse voado contigo perderia o voo. Cheguei no instante em que os últimos passageiros embarcavam sob protestos e ameaças de atraso.

Com uma pena enorme não te dei o último abraço, o último presente e meu c......

Anna Gabriela disse...

Entendo que a Internet tá mais difícil do que vc pensave, né?! Mas quando tiver um tempinho, lembra de mim, to procurando outro psiquiatra, mas tá difícil... Responde meus e-mails quando der, ou me liga! (21)37310655 ou 92215675. E desculpe-me o incômodo! Bjs. (Amiga da Bianca)