terça-feira, 13 de setembro de 2011

Amor

"O amor é dar o que não se tem a alguém que não o quer" 
(Jacques-Marie Émile Lacan)
"... e querer receber em troca o que não existe" 
(Thiago Coronato Nunes)

5 comentários:

Aline disse...

Eu já penso que o amor é como uma plantinha, se vc não regá-la, ela morre. Contudo se cultivá-la, terá um lindo jardim. ;-)

Thiago Coronato Nunes disse...

Olá, Aline! Sua visão romântica traz um equilíbrio para a visão realista psicanalítica que expus...!!!

Aline disse...

Olá! Concordo com sua visão, logo, penso: teoria e prática juntas se completam. Assim como a visão "romântica" e "realista". ;-)

Thiago Coronato Nunes disse...

Aline: Acho que essas definições fazem sentido dependendo de que fase da vida estamos atravessando... é a subjetividade do íntimo de cada um em um dado momento. Bjs!

Vitor Lobato disse...

forte. muito bom.